Open Medicine Foundation®
Leading research. Delivering hope.
ME/CFS and related chronic complex diseases

HealthRising: Ron Davis (finalmente) consegue seu grande financiamento!

Translations: nlNederlands enEnglish frFrançais deDeutsch itItaliano noNorsk bokmål esEspañol svSvenska

 

Nesta quarta-feira da ciência #OMFScienceWednesday nós compartilhamos esta maravilhosa notícia: o Dr. Ron Davis e sua equipe foram contemplados pelos NIH (Institutos Nacionais da Saúde, órgão do governo americano) para receber, por cinco anos, um total de US$3.9 milhões, dos quais US$2.5 milhões são para pesquisas e o resto para a Universidade de Stanford como custos indiretos. (NIH sempre paga às universidades os custos indiretos além do valor do financiamento que foi solicitado.)

Este financiamento federal é para estudar “Imunologia Molecular e Celular da ME/CFS,” com o oRon Davisbjetivo de “desvendar a base imunológica da ME/CFS.” Nosso agradecimento a Cort Johnson por ter escrito este excelente artigo para explicar o financiamento: [Leiam aqui o artigo completo em inglês: http://bit.ly/2tGYXtH.]

Às vezes é da terceira vez que se tem sorte. Ron Davis já conseguiu no passado (e já teve pedidos negados de) muitos financiamentos dos NIH mas mesmo assim ele ficou chocado com as respostas às suas primeiras tentativas para conseguir um financiamento para a Síndrome de Fadiga Crônica (ME/CFS).

Desta vez, no entanto, os NIH concederam. A primeira tentativa do Dr. Davis foi rejeitada por um painel de um dos Institutos Nacionais da Saúde, o NINDS, que se recusou até mesmo a avaliar a concessão do financiamento. A segunda tentativa teve uma resposta tão estranha que ele foi a um comitê dos NIH para protestar. A terceira tentativa, aparentemente a primeira que passou pelo painel revisor para ME/CFS (Special Emphasis Panel [ZRG1-CFS-M (80)S]), teve sucesso.

O grande financiamento federal RO1 plurianual, multimilionário, para o Centro de Tecnologia Genômica de Stanford, intitulado “Imunologia Molecular e Celular da ME/CFS dura cinco anos e já paga US$745.000 este ano.

Este foi um pedido de financiamento, na verdade, para o qual já se esperava sucesso. Ele preenchia todos os quesitos; ele continha tecnologia de ponta e dois pesquisadores extremamente respeitados de uma instituição acadêmica classe A. É o tipo de pedido que os NIH disseram que esperavam há anos vindo de pesquisadores em ME/CFS. (Continue lendo aqui (em inglês): http://bit.ly/2tGYXtH.

A OMF agradece a Claudia Musso esta tradução para português.